segunda-feira, 9 de março de 2015

Mães, Mulheres de Emigrados!

Acho que já tudo foi dito sobre a maternidade, em qualquer blog se podem ler dicas, truques, o que devíamos saber como mães e o que não sabíamos antes de sermos mães. Talvez por ontem ter sido dia da mulher, hoje apetece-me dissertar sobre as mães, mulheres que têm os maridos emigrados e pela força das circunstâncias estão sozinhas com os seus pirralhos. No outro dia perguntaram-me "Como é que vives essa situação?" ... "É a única realidade que conheço por isso, dentro do género, vivo-a bem."... Quando a conversa se desenrolou cheguei a algumas conclusões cómicas sobre a minha condição de mulher de emigrado...


Coisas simples que ás vezes queríamos dizer ... E a realidade...
  • "Olha fica aí com o miúdo que vou só ali arranjar as unhas" ... Vá puto bora ao cabeleireiro! 
  • "Vou descansar um bocadinho que me dói a cabeça." ... Aguenta até ele adormecer e depois logo te dói a cabeça! 
  • "Podes ir lá abaixo comprar pão que ele tá cheio de febre?" ... Até parece que custa fazer pão?!?! 
  • "Então, logo vamos ao cinema ver um bom filme?" ... Vais mas é ver a Cinderela no Disney Channel 
  • "Hoje apetecia-me ir ao Indiano!!" ... Comer empadão! 
  • "Viste as notícias hoje?" ...sim o Sponge Bob vai estrear no cinema! 
  • "Queres levá-lo ao parque enquanto acabo este trabalho?" ... Sim vamos ao parque agora e lá para a meia noite acabo aquilo...
  • "E se fôssemos ver a neve no próximo fim-de-semana?" ... Ah espera, falta um...
  • "Leva tu o carro que estou a ficar mal disposta!" ... Prego a fundo e 3 Avé Maria para não vomitares o carro todo em plena A8 às 22:00! 
  • "O meu marido hoje não veio porque está a trabalhar..." ... A 7000km 
  • "Dás-me uma ajuda com os sacos?" ... levas 5 num bracito e mais 2 e uma mochila e um casaco noutro!
E continuava por aqui abaixo... São coisas pequeninas que nos fazem por a máquina a trabalhar constantemente, entre todos os assuntos grandes do coração e da educação estou certa que isto só pode contribuir para substituir os quebra cabeças que eu poderia fazer enquanto esperava a minha vez no cabeleireiro! 

Bom apetite!  

2 comentários:

  1. Foi tão engraçado ler este post.
    Eu poderia assinar por baixo na grd maioria dos pontos, mas tenho no meu caso sou eu a emigrada e apesar de ter o meu marido aqui cmg... Passa tanto tempo a trabalhar (n temos família ou amigos perto)que passo por muitas dessas siruações.
    Aprendemos a viver de uma forma diferente, rimo-nos com besteiras e tornamo-nos mais fortes😄
    Parabéns pl blog.
    Joana (Edu's Pantry)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo. Encarar a vida sempre com um sorriso :))) Obrigada e um beijinho!

      Eliminar

O que dizem outras Moms...